G4 Liga para você

Deixe seu nome e telefone nos campos abaixo e ligaremos para você.

Aguarde,
solicitação em andamento
Solicitação Enviada

Empregabilidade no setor ambiental. Quais são as oportunidades?

Publicado em
Empregabilidade no setor ambiental

Empregabilidade no setor ambiental. Quais são as oportunidades?

Diante de um mercado cada vez mais competitivo e de uma área em total crescimento não podemos cruzar os braços e esperar as oportunidades chegar. É preciso buscá-las. Hoje, a atividade ambiental é uma das áreas que mais cresce no mundo. Empresas e pessoas estão cada vez mais preocupadas com o futuro e com o meio ambiente, pois é ele quem move e impulsiona a necessidade de transformar as atividades capitalistas que degradam o meio ambiente em atividades menos degradantes. Com esta preocupação, as indústrias de todos os setores têm olhado de forma diferente para profissionais que são capazes de contribuir com a diminuição dos impactos ambientais e deixar o mundo mais sustentável.  Hoje, os profissionais do setor ambiental estão tendo inúmeras oportunidades no mercado, seja ele qual for, vai do primeiro ao terceiro setor. Mas quais são essas oportunidades? Onde elas se concentram? 

Como dito anteriormente, oportunidades na área ambiental não têm faltado e aqui vamos mostrar quais e onde estão. A crescente onda da preocupação ecológica cria novos nichos de mercado e oferta de vagas. Tanto engenheiros ambientais quanto quaisquer outros profissionais (e aqui temos uma gama) relacionados ao meio ambiente têm chances reais de se inserir no mercado de trabalho. Esses profissionais são habilitados a propor soluções socialmente justas e ecologicamente corretas para os problemas ambientais como poluição dos rios, do ar, descarte do lixo, aquecimento global, entre outros. Podem ser contratados pela iniciativa privada, órgãos públicos e terceiro setor. Além disso, o mercado hoje exige algumas habilidades que vão além do conhecimento técnico, é necessário ter preocupação com a causa ambiental aliado a uma facilidade de comunicação e pró-atividade para desenvolver projetos.

 

E quais são essas oportunidades?

                Por motivos óbvios de sobrevivência e inovação, engenharias, gestões e gerências ligadas à área ambiental são carreiras do presente que têm futuro. As oportunidades estão divididas em áreas e todas elas estão em crescimento no mundo. O profissional da área ambiental poderá seguir carreira na:

Engenharia ambiental está ligada à resolução de problemas técnicos, à construção de uma barragem, por exemplo. Avalia se para abrir caminhos é necessário alagar mais ou menos uma região e remover pessoas. Calcula prós e contras do empreendimento. Propõem saídas. Entre outras muitas possibilidades, busca formas de produzir menos lixo e de encaminhar o que é gerado.

Gestão investiga a região, as pessoas, a qualidade de vida. O que e como produzem quanto gastam e ganham. Descobre de que maneira uma barragem, repetindo aqui o exemplo anterior, afetará a dinâmica e a rotina do lugar e de quem vive ali. Quanto vai custar econômico, social e ambientalmente? Quais os benefícios? O gestor estuda as formas sustentáveis de usar e obter água, de usar e cultivar a terra, de cuidar da floresta.

Gerência das relações ecológicas estabelece uma ligação entre as partes, promove a comunicação entre engenheiros, gestores, funcionários, pessoas da sociedade, campanhas. Um exemplo: a empresa pode ter um gerente que convence, orienta, monitora, fiscaliza e encaminha campanhas de sustentabilidade, a fim de obter resultados e índices corretos.

Gerência de ecorrelações ainda bastante incomum no mercado, esse profissional “se comunica e trabalha com consumidores, grupos ambientais e agências governamentais para desenvolver e maximizar programas ecológicos.” Geralmente formado na engenharia ou na gestão ambiental (bacharelado ou graduação tecnológica, um curso mais curto), precisa saber ouvir e falar bem para intermediar o diálogo entre a indústria e os moradores de uma cidade, a comunidade e um órgão governamental, e entre os funcionários e setores de uma companhia, transmitindo conhecimento e promovendo negociações.

Gestão ambiental a maior preocupação do gestor ambiental talvez seja entender e harmonizar a relação das pessoas com o ambiente e os recursos em termos sociais e econômicos. Ele pode liderar estudos de impacto ambiental, fazer pesquisa científica ou desenvolver programas de educação para o uso racional da água e a reciclagem do lixo. Ao atuar na área de sustentabilidade, cuida não só de aspetos culturais, mas de monitoramento, análise e relatórios de desempenho.

 

Onde as oportunidades se concentram?

              Em conversa com o professor do Centro Universitário SENAC, Rubens Koloski Chagas ele diz que hoje a maior demanda do mercado é no setor industrial, seguido por serviços. O mercado para consultoria também está aquecido, segundo ele, que garante que nem mesmo os profissionais recém-formados têm dificuldade de conseguir emprego. "Os órgãos têm se preocupado com a sustentabilidade de seus processos”. De forma geral, as oportunidades estão em todos os setores da economia que lidam com o meio ambiente.

 

Aqui mostramos as principais áreas e oportunidades da área ambiental e para se adequar ao mercado de trabalho e as exigências desse mercado cada vez mais crescente estão abertas as inscrições para o curso de Empregabilidade Ambiental: Oportunidades no setor de meio ambiente do Instituto G4. O curso abordará um panorama sobre o Setor de Meio Ambiente do Mercado de Trabalho. Serão abordados tópicos sobre a demanda do mercado, do tipo e perfil de profissional que mais se busca em atividades do setor, da variedade de projetos e atividades que se encaixam no setor, além do crescente apoio da legislação que vem acarretando num crescimento acelerado do setor nos últimos anos. O curso foi pensado para alunos da área ambiental e para profissionais já atuantes na área ou querendo aumentar a abrangência de seus serviços.

Inscrições e mais informações: http://www.institutog4.com.br/curso/empregabilidade-ambiental-vicosa

 

Texto: Sávio Monteiro

Instituto G4

Adaptado de: https://goo.gl/YsKC5P